Um roteiro para ver as luzes de Natal em Lisboa com a família

Semana passada fui cumprir a minha tradição natalina aqui em Lisboa! Pelo terceiro ano consecutivo, fiz o meu tour a pé para apreciar e fotografar as luzes de Natal.

O Natal é uma das celebrações de que eu mais gosto, não só pelo significado de convívio com a família, de amor ao próximo e também pela memória que eu tenho dos Natais na minha infância.

Como sou do Rio de Janeiro onde não há essa tradição de iluminação de Natal pelas ruas da cidade, luzes de Natal é uma coisa que me encanta, e muito.

Este ano repeti o percurso que fiz pela primeira vez em dezembro de 2016, quando uma grande amiga portuguesa, nos levou (eu, marido e filho) para percorrer as ruas da cidade para ver as luzes. Só que neste ano não tive companhia, nem marido nem filho quiseram me acompanhar na caminhada e até que foi bom, pois assim pude apreciar e tirar minhas fotos no meu próprio ritmo.

Meu trajeto começou na base do Parque Eduardo VII, bem ao lado da Rotunda do Marques de Pombal, e depois seguindo pela Avenida da Liberdade em direção a Baixa Pombalina, passando pelos Restauradores, Rossio, Praça da Figueira, Rua Augusta, Praça do Comércio, Praça do Município e finalmente Chiado.

Este percurso é bem fácil de ser feito a pé por adultos e crianças, já que o trajeto é praticamente em declive ou plano, havendo uma pequena subida apenas no trecho final entre a Praça do Município e o Chiado. Mas como trata-se de um total de 3,6 km, as crianças menores que já não andam no carrinho de bebê ou as pessoas de mais idade podem ficar cansadas. Então o que recomendo é que se comece cedo, logo que as luzes se acendem por volta das 18hs, e que se faça pequenas pausas ao longo do caminho, sempre que houver necessidade de um pequeno descanso.

Vamos ao meu itinerário para ver as luzes de Natal de Lisboa:

1) Parque Eduardo VII, Rotunda do Marquês de Pombal até Praça D. Pedro IV (ou Praça do Rossio) – 1,8 km

Desci do metrô na Estação do Marquês de Pombal (linha azul) e caminhei até a entrada da Wonderland Lisboa, no Parque Eduardo VII.

Com entrada gratuita, esse é o maior evento de Natal da grande Lisboa que conta com roda gigante, pista de patinação, jogos e brincadeiras, mercadinho de Natal e casinha do Papai Noel. Limitei-me a tirar fotos da entrada e da roda gigante e comecei a caminhada pela Avenida da Liberdade no sentido da Baixa.

Aqui já comecei a ficar encantada com as bolas luminosas penduradas nas árvores que dão um toque adicional de charme a essa avenida, que na minha opinião é uma das mais bonitas de Lisboa.

Antes de chegar aos Restauradores, se alguém da sua família já estiver precisando de uma pausa para um “pipi -stop” ou descansar, a sugestão é dar uma paradinha antes do Rossio. Há algumas boas opções de lugares, como o Café Delta Q, ainda na Avenida da Liberdade e a Padaria Portuguesa na Praça dos Restauradores.

Depois é só continuar em frente, passando pela Estação de Comboios do Rossio e chegará a Praça D. Pedro IV, ou Rossio, como é mais conhecida.

O Teatro D. Maria I, logo a sua esquerda, com a fachada toda iluminada merece uma primeira parada para fotos!

Em seguida, a dica é passear um pouco pela praça, apreciar as fontes e percorrer as barraquinhas do Mercado de Natal, que está instalado ali até 22 de dezembro. A árvore de Natal do Rossio também está muito bonita e merece uma selfie da família com ela ao fundo.

2) Do Rossio até a Praça do Comércio (750m)

Saindo do Rossio resolvi dar uma passada na Confeitaria Nacional para tomar um café com pastel de nata, mas para minha decepção a loja tinha acabado de fechar, pois já eram depois das 20hs. Foi uma pena. A Confeitaria Nacional é uma daquelas lojas tradicionais cheias de história e delícias que vale mesmo uma visita. Ficou para outro dia. Dei meia-volta até a Rua Augusta e segui o meu caminho com destino a Praça do Comércio.

A iluminação da Rua Augusta está encantadora, com milhares de luzes que vão mudando de cor com o tempo. Amarelo, azul, verde, roxa, vermelho, são as cores que iluminam essa que é uma das ruas mais movimentadas da Baixa Pombalina de Lisboa.  Comparo a Rua Augusta com o Calçadão de Copacabana no Rio de Janeiro pela movimentação de turistas e também pelo número de artistas de rua, que escolhem esse local para fazer suas performances e arrumar alguns trocados. São dançarinos, músicos, estátuas humanas, pode-se ver de tudo um pouco.

Aqui você poderá dar uma paradinha para assistir a alguma performance mais interessante, as crianças costumam gostar, mas não se descuide dos seus pertences. Muitos carteiristas (batedores de carteira) aproveitam o aglomerado de turistas distraídos para pequenos furtos.  Mas não precisa se preocupar, apenas um cuidado a se ter como em qualquer outro ponto turístico, não só de Lisboa, mas de qualquer cidade grande.

Outra atenção especial nesta área é com as crianças. Como nessa época do ano o fluxo de pessoas nessa região é ainda mais intenso, mantenham-nas sempre ao alcance de sua vista, segurando a mão dos pequeninos para que eles não se percam.

Uma paradinha que vale a pena neste trecho é a Casa Portuguesa dos Pastéis de Bacalhau. É nela que você vai encontrar o delicioso pastel de bacalhau com recheio de queijo da Serra da Estrela. Em Portugal, pastel de bacalhau é o que chamamos de bolinho de bacalhau no Brasil. Aqui basta fazer o seu pedido e pagamento no caixa e depois dirigir-se ao balcão para pegar o seu pastel de bacalhau. Se quiser fazer uma pausa um pouco maior, pegue uma mesinha na parte de cima da loja, costuma ser mais tranquilo do que nas mesas da rua Augusta.

Após passar pelo Arco da rua Augusta chegamos finalmente ao nosso segundo objetivo, a Praça do Comércio! É aqui que está a principal árvore de Natal de Lisboa, e esse ano com 30 metros de altura. O grande barato sobre essa árvore da Praça do Comércio é que podemos entrar nela e ficarmos sentados um pouquinho admirando, tirando fotos, curtindo o momento.

As crianças costumam adorar o enorme espaço livre da Praça do Comércio, então aproveite o momento e deixe-as correrem um pouco livremente.

3)Da Praça do Comércio até a Praça do Município (270 m)

Após algumas fotos, segui pela Rua do Arsenal, passando pela Rua Áurea, em direção a Praça do Município

É aqui que fica a sede da Câmara Municipal de Lisboa, o órgão correspondente a Prefeitura no Brasil.  A Praça do Município embora não seja tão famosa como a Praça do Comércio, não pode ser esquecida num tour pela Baixa. É uma praça linda em qualquer época do ano, com o seu calçamento de pedras portuguesas em padrão geométrico e o imponente prédio da Câmara de Lisboa. No Natal, essa praça que já é fotogênica por natureza, fica ainda mais encantadora com a iluminação de Natal nos prédios ao redor da Praça e no edifício da Câmara.

Na primeira vez que vim a Lisboa, a praça do Município estava com um Mercadinho de Natal muito simpático, com carrossel para as crianças e algumas barraquinhas.

Tendo cumprido mais essa etapa do meu roteiro, hora de seguir para o meu destino final: a Praça Luís de Camões no Chiado.

4)Da Praça do Município até o Chiado (750 m)

Até este ponto todas as ruas percorridas da Baixa Pombalina são planas, o que facilita bastante quando se está andando com crianças, ou empurrando carrinho de bebês, ou até mesmo com pessoas mais idosas.

Mas o trecho para o Chiado, que fica numa zona mais elevada, requer alguma atenção. Subindo pela Rua Nova do Almada como fiz, para apreciar a iluminação de Natal nesta rua, a pedra portuguesa é escorregadia e tem de se ter cuidado.

Uma outra opção é ir pela Rua do Crucifixo e subir pelas escadinhas do Santo Espírito da Pedreira que já te deixará ao lado do Shopping Armazéns do Chiado.

Em frente ao Armazéns do Chiado é a sua primeira parada para fotos! Na rua Garret, procure o melhor ângulo para registrar a linda decoração de Natal da fachada do Armazéns do Chiado! Tenho certeza de que as crianças vão ficar encantadas com as renas e a iluminação. Eu fiquei!

Sempre em frente pela rua Garret o encanto só aumenta e você vai ter de se controlar para não querer parar a cada 5 passos para tirar uma foto.

Assim como você, outros muitos turistas estarão fazendo o mesmo, tirando mil fotos, portanto espere um pouquinho de tumulto por aqui. Muita gente pelas ruas!

E finalmente chegamos ao nosso destino!

A Praça Luís de Camões com sua bola de natal vermelha gigante!

Embora a bola do Chiado tenha ficado linda, e também permita entrar nela para tirar fotos, confesso que senti saudades do fofo Papai Noel do ano passado.

E vocês do que gostaram mais?

Aqui terminou o meu passeio. Já eram umas 21:00h e embora eu quisesse parar para comer alguma coisa por aqui, confesso que desanimei por conta de tanta gente nas ruas e filas nos cafés.

Mas se você ainda tiver disposição, ou se vier durante a semana quando as ruas estão mais tranquilas, seguem algumas sugestões para uma paradinha para repor as energias.

Pastelaria Alcoa – R. Garrett 37, 1200-309

Manteigaria – Fábrica de Pastéis de Nata – Rua do Loreto 2, 1200-108 Lisboa

Amorino Gelato Rua Garrett 49, 1100-203 Lisboa

Algumas dicas preciosas!

  • Vá de calçados confortáveis, de preferência tênis, evitando os de solado liso, para não escorregar na calçada portuguesa;
  • Leve agasalho adequado;
  • Leve o smartphone ou câmera fotográfica carregados ou se possível um carregador portátil para não correr o risco de a bateria acabar no meio do passeio.

Gostou deste roteiro? Então se estiver em Lisboa nesta época de Natal não deixe de ver a Iluminação de Lisboa. Se tiver alguma dúvida não deixe de deixar um comentário neste post que respondo assim que possível.

Bom passeio e boas festas!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s